Entenda o que é a curva ABC e como realizá-la no seu estoque

O que é a curva ABC
4 minutos para ler

Para distribuidoras e empresas que trabalham com vendas, o estoque é o coração do negócio. Como esse setor concentra boa parte do capital e investimentos da instituição, é uma boa pedida estudar o que é a curva ABC como fazer para gerenciá-la corretamente.

A curva ABC é uma ferramenta amplamente utilizada para a organização de estoque, que propõe a classificação de materiais de acordo com um grau de importância definido pela empresa.

Investir em um sistema de controle como esse é essencial para evitar perdas e encalhes e otimizar o fluxo do escoamento de produtos e o uso de matéria-prima.

No post de hoje, vamos falar mais sobre o conceito, explicar como ele funciona e apresentar seus benefícios para a administração do estoque. Interessado? Continue a leitura e fique bem informado!

O que é a curva ABC e como funciona?

A curva ABC consiste na classificação de produtos a partir de uma categorização que prioriza itens que contribuem mais para o faturamento e, por isso, são mais relevantes para o negócio. A divisão se dá em 3 grupos:

  • A: produtos responsáveis por até 80% das vendas, ou seja, tem alto valor de consumo ou demanda — por isso, merecem maior atenção da corporação;
  • B: itens com valor intermediário de procura, representando até 15% do faturamento;
  • C: artigos que equivalem até 5% das vendas e tem baixo valor de demanda. ​

Quais são as vantagens e como a curva ABC otimiza o controle de estoque?

Com a curva ABC, a gestão de estoques é otimizada, uma vez que a empresa conhece o valor estratégico de cada item que possui. Nesse contexto, vale a pena contar com essa abordagem, uma vez que é possível:

  • priorizar produtos: sabendo quais são os produtos mais relevantes, é possível priorizá-los para gerar lucros;
  • amenizar riscos: a partir do momento que o gestor sabe quais são os artigos cruciais para seu negócio, ele pode diversificar sua rede de fornecedores para sempre manter o nível de armazenamento ótimo dos itens grupo A, minimizando os impactos de um imprevisto;
  • aprimorar o processo de compras: uma vez que se tem conhecimento sobre o que vende mais, a empresa planeja com mais assertividade as aquisições, garantindo que produtos do grupo A não faltem nunca;
  • reduzir desperdícios: com um estoque mais preciso, evita-se fazer compras em quantidades discrepantes de artigos que não tem tanta procura e que podem ficar encalhados;
  • reforçar o controle: com a curva ABC, a empresa tem a oportunidade de conhecer o giro de cada item no estoque e alinhar processos e venda e aquisição.

Como fazer a curva ABC na minha empresa?

Para entender o que é a curva ABC, o primeiro passo é montar uma planilha para fazer o registro dos produtos. Uma alternativa é usar um software de gestão, que possui mecanismos mais sofisticados e otimizará todo o processo. Você deve montar uma tabela com:

  • a descrição de cada artigo em estoque;
  • seu preço unitário;
  • o total de vendas dentro de um período escolhido (um ano, um mês etc.);
  • o valor total que ele faturou.

Ao analisar todos os números lado a lado, você perceberá quais tiveram, em um espaço de tempo, um percentual maior de contribuição no faturamento. Assim, pode começar a destacá-los por classe de acordo com seu potencial de renda.

Agora que você aprendeu o que é a curva ABC e como fazê-la, viu como ela é uma ferramenta prática e fácil de ser adotada. Portanto, não perca tempo e use esse método no seu planejamento de compras e previsão de vendas e demandas para ter processos mais lucrativos e produtivos no seu negócio!

Que sistemas e abordagens você usa para controlar seu estoque? O que achou de compreender melhor o que é a curva ABC? Deixe um comentário abaixo e compartilhe suas ideias e opiniões com a gente!

Fale com a Rhede SistemasPowered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-